Fatima - Os jovens do caminho neocatecumenal acompanharam o Papa na sua viagem apostólica


Em ocasião do décimo aniversário da beatificação dos pastores Giacinta e Francesco, no dia 12 de maio, o Papa Bento XVI irá a Fátima, em sua 15ª viagem apostólica em cinco anos de pontificado. Bento XVI assume a herança de João Paulo II também em sua dimensão mariana, revelando uma devoção particular pela Mãe de Jesus, como testemunham suas viagens aos santuários de Czestochowa (2006), Loreto (2007), Lourdes e Pompei (2008).  

Padre Lombardi, diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, destacou que “em 2000, ao ser divulgada a terceira parte do segredo de Fátima, foi o próprio cardeal Joseph Ratzinger quem redigiu o comentário teológico sobre o documento”. “Fátima – afirmou pe. Lombardi – é, portanto, um lugar particularmente significativo para esse Papa”.

Na noite do mesmo dia 12 de maio, o Papa celebrará um breve rito em que abençoará as tochas na esplanada do Santuário e, sucessivamente, pronunciará um discurso. Na manhã seguinte, sempre na esplanada, o Papa celebrará a Santa Missa às 10 horas.

Os jovens do caminho neocatecumenal acorrerão de toda a Europa para acompanhar o Papa em sua peregrinação a Fátima. Como é tradição, no dia seguinte ao encontro com o Papa, sempre na esplanada do Santuário, os iniciadores do Caminho, Kiko Argüello, Carmen Hernández e Padre Mário Pezzi, se reunirão com os peregrinos para um encontro vocacional presidido pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, D. José da Cruz Policarpo.